ProspeCAD no Face

Tópicos da vídeo-aula (loteamento)

Boa noite,
Acabo de finalizar o curso de vídeo-aula de loteamento (AutoCAD Civil 3D Video Tutorial of Parcels). Foram utilizados diversos exemplos para ampliar a visão do projetista que irá aprender o Civil 3D nesta área. Veja os capítulos com os tópicos que vocês verão durante o curso:

Capítulo 1 – Levantamento (preparação e edição do terreno em 3d)

- Importação de pontos do GPS (survey):

Ex: Levantamento-figure.txt

1.1 – Figure Styles;
1.2 – Configurando estilos para o levantamento;
1.3 – Linework Code Sets (Codificação de linhas de levantamento);
1.4 – Import Survey Data (importando um .txt);
1.5 – Criando a surface através do grupo de pontos;
1.6 – Ligando a triangulação da surface (estilos).

- Importação dos pontos do GPS (prospector):

Ex: Pontos GPS.txt (concluir e salvar para cap.4)

1.7 – Import Points;
1.8 – Point/Label Style;
1.9 – Ligando o estilo de curvas de nível;
1.10 – Object Viewer;
1.11 – Criando estilos para a surface;

- Estação total (.FBK):

Ex: shopping_center.fbk

1.12 – Importação da caderneta de campo.

- Criação do terreno a partir de curvas de nível pré-existentes:

Ex: CurvasI.dwg

1.13 – Criação da surface (contours);
1.14 – Ajustando a borda (boundary).

- Criação por pontos e polyfaces:

Ex: Pontos.dwg
Ex: Polyfaces.dwg

1.15 – Criando a surface (Drawing objects – points);
1.16 – Criando a surface (Drawing objects – polyfaces).

Criação da surface sobre a imagem SRTM:

Ex: CIDADE.dem

1.17 – Configuração das unidades e zoneamento do template;
1.18 – Criando a surface (DEM files).

Criação da surface do Google Earth:

Ex: Template.dwg (abrir um template qualquer e configurar zoneamento)

1.19 – Compatibilizando o Google Earth ao template;
1.20 – Importando a imagem e surface;
1.21 – Drape Image;
1.22 – Exagerando a triangulação.

Edição da surface:

Ex: Surface Edits.dwg

1.23 – Edição da triangulação;
1.24 – Edição dos pontos;
1.25 – Suavização da surface;
1.26 – Raise/Lower surface;
1.27 – Quick Profile;
1.28 – Etiquetando a surface (Contour single, multiple e spot elevation).

Mapeamento e visualização de declividade e escoamento superficial

Ex: Surface Slopes.dwg

1.29 – Mapeamento de declividades (slopes/slope arrows)
1.30 – Mapa de declividade e escoamento
1.31 – Criando máscaras (masks)
1.32 – Definindo áreas de contribuição
1.33 – Caminho da água (water drop).

Cap. 2 – Desenho base (parcelando solos em 2D):

-Divisão manual por objetos CAD:

Ex: LOTEAMENTO.dwg (concluir e salvar para cap.4)

2.1 – Create Parcel from objects;
2.2 – Configurando os estilos de parcels;
2.3 – Renumerando os lotes.

- Divisão automática das áreas dos lotes:

Ex: lotes-automáticos.dwg
2.4 – Sites;
2.5 – Arruamento do urbanístico por alinhamento;
2.6 – Create Right of Way;
2.7 – Parcel Creation Tools;
2.8 – Free form create.

Cap.3 – Projetos de engenharia (projetos em 3D)

- Banqueta por grading:

Ex: TERRENO-DATASHORT.dwg (criar datashortcut)

3.1 – Criando datashortcut (surface);
3.2 – Criando uma feature line;
3.3 – Grading para taludes;
3.4 – Adotando critérios para banqueta;
3.5 – Edição da feature line por tabela;
3.6 – Edição simples da feature line;
3.7 – Cálculo de equilíbrio.

- Patamarização ou arrimos:

Ex: TERRENO-DATASHORT.dwg (criar datashortcut)

3.8 – Criação da surface (breakline);
3.9 – Extract Objects from surface;
3.10 – Surface de volume;
3.11 – Mapa de elevação;
3.12 – Adição da legenda ou tabela (elevação);
3.13 – União das surfaces.

- Banqueta por corredor:

Ex: TERRENO-DATASHORT.dwg (criar datashortcut)

3.14 – Criação de alinhamento horizontal por objeto;
3.15 – Criação de perfil do terreno;
3.16 – Perfil do projeto (Profile Creation Tools);
3.17 – Seção tipo (assembly e subassembly);
3.18 – Corridor;
3.19 – Targeando a surface;
3.20 – Criando a surface a partir de um corredor;
3.21 – Delimitando a borda de um corredor;
3.22 – Calculando  o volume de terraplenagem.

- Arruamento (Widening e seções):

Ex: Corridor-widening.dwg (concluir e salvar para cap.4)

3.23 – Criação de alinhamento;
3.24 – Offset Alignment;
3.25 – Widening;
3.26 – Desenvolvendo o projeto conforme diretrizes;
3.27 – Introdução ao Data Bands;
3.28 – Criando a seção tipo da rua;
3.29 – Introdução ao Code Sets;
3.30 – Corredor básico;
3.31 – Regiões do corredor;
3.32 – Trabalhando com os targets (baias e calçadas);
3.33 – Criando as sample lines;
3.34 – Criando as vistas de seções.

- Interseção entre vias:

Ex: Corridor peer intersection.dwg

3.35 – Profile Superimposed;
3.36 – COGO POINT (Station Offset);
3.37 – Criando regiões para cruzamento.

- Cul d Sac:

Ex: Corridor Cul d sac.dwg

3.38 – Criando targe para cul d sac;
3.39 – Cul d sac por polilinha.

- Drenagem

Ex: H&H-Pipes-Advanced01.dwg (concluir e salvar para cap.4)

3.40 – Criando um part list;
3.41 – Pipe rule set (regras);
3.42 – Structure Rule set;
3.43 – Criação da rede;
3.44 – Alinhamento da rede;
3.45 – Perfil da tubulação;
3.46 – Aplicando regras para modificação das estruturas;
3.47 – Aplicando etiquetas no perfil;

Cap. 4 – Cálculos e documentação (tabelas e relatórios)

-Tabela de grupo de pontos:

Ex: Pontos GPS.txt

4.1 – Tabela de pontos;

- Tabela de áreas (lotes):

Ex: LOTEAMENTO.dwg

4.2 – Tabela com área e perímetros dos lotes;

- Tabela de tubos (drenagem):

Ex: H&H-Pipes-Advanced01.dwg

4.3 – Tabela de PVs;
4.4 – Tabela das interligações;

- Cálculo de terraplenagem e materiais (ruas):

Ex: Corridor-widening.dwg

4.5 – Configurando os cálculos;
4.6 – Adicionando as tabelas às seções;
4.7 – Adicionando relatórios (volumetria e materiais);
4.8 – Relatório do geométrico;
4.9 – Tabela do geométrico.

Vídeo-aula de loteamento (em andamento)

Estou em fase de elaboração das vídeo-aulas de loteamento para o pessoal que está interessado e que já comprou os dvds. Semana que vem tudo já estará disponível. Vou soltar aqui alguns vídeos que fiz no meu canal do youtube para vocês terem uma idéia do desenrolar do curso.
Quando finalizar colocarei os tópicos que abordei durante todo o curso. Enquanto isso vejam algumas partes sobre os vídeos de cálculo de terraplenagem para otimização de terra e criação de alinhamento horizontal.




Abraços e bom curso!

AutoCAD Civil 3D + Futebol

Olá,
Como a classe de engenheiros é formada por pessoas que gostam de assistir futebol acompanhadas de cervejas e aperitivos assim como eu, estou fazendo uma promoção. Quem adquirir qualquer uma das vídeo-aulas de um dos módulos receberá como brinde uma camisa do seu time preferido feita pela empresa Ídolos Esporte Clube e assim assistir o curso como um autêntico torcedor brasileiro.

Acesse o site  http://www.idolosesporteclube.com.br/ e veja a sua camisa de preferência. 


Na compra de uma vídeo-aula (qualquer um dos módulos) você terá o direito à uma camisa, tudo por apenas R$ 550,00 + o frete. No momento estou fazendo a vídeo-aula de loteamento que deve terminar no mais tardar lá pelo dia 4 e depois farei as outras 2. Eu escolhi Guarani Futebol Clube, e você?
Grande abraço à todos!

Problemas e correções na triangulação

Boa noite,
Hoje o post será baseado em um dúvida sobre um projeto que Victor da Tecbras de ES está executando sendo este um suporte técnico do curso que lhe ofereci. A dúvida dele é com relação ao erro de triangulação quando é feita a surface de terraplenagem sobre os corredores. Depois de gerar a surface da somatória dos corredores, pode acontecer da triangulação não interpolar nas quadras do loteamento, sendo isso muito comum para os projetistas. Veja a situação abaixo.


Se ocorrer isso em muitos locais, fica complicado e muito demorado ficar criando e editando pontos ou linhas  da maneira tradicional para acertar a ligação e assim modelar a surface. Portanto, nesse caso, podemos usar um macete.
Trace um alinhamento horizontal de uma ponta à outra no meio da quadra. Na hora que gerar o greide pelo perfil vertical sobre o perfil do terreno (Profile View), inicie com a elevação da rua mais próxima à ela. O mesmo para o término. Veja a explicação em um desenho simples que fiz no CAD. No desenho eu tenho o traçado da rua 1 e rua 2, e o meio da quadra.


Para saber a elevação naquela determinada estaca você pode usar os comandos de criação de COGO POINT. Veja os passos a seguir.



E então selecione a estaca do alinhamento que você quer levantar a cota. Feito isso, inicie e termine o alinhamento do eixo da quadra baseado nesses valores. Faça o greide exatamente como a surface do primitivo. Utilize a seção com a basic lane transition para usar o target na surface do primitivo e coloque uma distância mínima para o pavimento, assim como para a espessura, veja.


Crie o corredor e não esqueça dos targets na surface do primitivo. Pronto! Veja como o Civil 3D gera as triangulações fechando o buraco de acordo com o traçado do alinhamento vertical. É muito importante que o projetista faça todos os corredores como um só em diversas regiões. Sendo assim, nesta situação basta ele adicionar uma baseline (informando o alinhamento horizontal, o vertical e o assembly) e depois uma região, e assim fazer o trecho pendente para preencher a área vaga definindo a estaca zero até a estaca final do trecho.


Por hoje é só. Amanhã espero trazer mais coisas.
Um grande abraço à todos!

Gride de coordenadas - Civil e Map 3D

Boa noite.
Esta postagem de hoje é para mostrar como se insere um gride de coordenadas em seu projeto ou mapa para a plotagem do mesmo, o que além de topologias também está contido na apostila de Map 3D.
O gride de referência de coordenadas para plotagem pode ser aplicado utilizando a função Reference System. Para isto é obrigatório estar na aba layout. Veja.




É importante dizer que para aplicar esta função é necessário estar com o sistema de coordenadas estabelecido para o mapa em questão. Para saber isso veja a publicação sobre exportação para o GE.
Na aba Layout e no menu superior Layout Tools existe o ícone Reference System.
Esse comando tem como função criar um gride de referência para as coordenadas geográficas do local, além da escala como o mapa será plotado e o espaçamento entre as coordenadas Norte e Leste.
Criando a Reference System o software solicitará a seleção de uma viewport para associação das informações gráficas.
Automaticamente o Map 3D exibirá na tela a seguinte caixa de diálogo.




Deixe configurado desta maneira. Isso significa que você estará obrigando o Map 3D à usar o sistema de coordenadas atual como referência, além da escala de 1:10000 para o mapa e o espaçamento ou intervalo de 10000 metros entre cada coordenada no sentido norte e leste. Veja o exemplo com o município de Campinas, desenho este que está como exemplo para ser usado como guia na apostila.
Bom fim de semana e amanhã tem mais se Deus permitir!


Produtos

Vídeo-aulas AutoCAD Civil 3D:

Curso Básico:



Descrição:

Criação do terreno de estudo em 3D usando diversas fontes de dados, levantamento de pontos no campo, ajustes na triangulação para correção de erros, inserção de cotas das curvas, análise do escoamento superficial da água de chuva, criação da superfície de volume,criação de taludes (corte e aterro), cálculo do equilíbrio automático (corte e aterro), criação de alinhamentos horizontais, geração automática do perfil longitudinal e greide de projeto, criação de uma seção tipo básica, criação do corredor, tabela de volumes e vista de seções.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:


Investimento: Licença permanente:
Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série)
_________________________________________________________________________________
Curso Loteamento (Volume 1):


Descrição:
Introdução para loteamento volume 02. São mostradas técnicas para várias particularidades de projetos de terraplenagem e geométrico para loteamentos (platôs, patamarização, interseções, cul d sacs, etc). É visto também parcelamento dos solos e técnicas para melhora de desempenho do software através de DataShortcuts de surfaces. É ensinado projeto de lançamento de drenagem pluvial em um estudo básico, notas de serviços padrão do Civil 3D, descarregar e importar pontos entre outros conceitos e ferramentas.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:  

                                     

Investimento:
Licença permanente:
Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série).
_____________________________________________________________________________________
Curso Loteamento (Volume 2):



Descrição:
Criação do terreno 3D de estudo gerando a topografia do desenho planialtimétrico, criação do datashortcut das superfícies para a realização do projeto executivo geométrico e terraplenagem com alinhamentos, perfis, seções gabaritos com base em um modelo urbanístico de loteamento. Após isso criação da superfície com curvas de nível modificadas e cálculos de terraplenagem com comparativo corte e aterro. E por fim, a geração de relatórios, documentação e introdução ao acabamento.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:



Investimento:

Licença permanente:

Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série).
__________________________________________________________
Curso Drenagem:


 
Descrição:
Configuração dos materiais e parâmetros da galeria pluvial, em seguida é desenvolvido o projeto da galeria pluvial, para então utilizando o software Storm And Sanitary Analysis, realizar o dimensionamento da rede e por fim realizar a analise de interferência.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:



Investimento:
Licença permanente:


Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série)
______________________________________________________________________________________ 
Curso Rodovia (Vol.1) - AutoCAD Civil 3D 2013:



Descrição: 
Criação do modelo digital de terreno, determinação das características técnicas da vicinal e adaptação à base de dados do projeto, traçado do alinhamento horizontal com geometrias necessárias, cálculos automáticos para superelevação e superlargura, desenvolvimento do greide com premissas da classe da rodovia, seção transversal específica para notas de serviço, cálculos e targets. Modelo tridimensional da pista adequando os dados, alça de aceleração com tapper, relatórios padrão DER, DNIT, ARTESP. Cálculos de terraplenagem e materiais por seções. Diagrama de massas e documentação. 

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...)  clique aqui...

Vídeo demo:



Investimento:

Licença permanente:


Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série)
_____________________________________________________________________________________
Atualização Curso Rodovia (Vol.1) - AutoCAD Civil 3D 2016:



Descrição: 
Nova estrutura, novos materiais (Design Criteria DNIT), ferramentas, fórmulas e conceitos para aplicação de cálculos na versão 2016 do Civil 3D.
Criação do modelo digital de terreno com junção de uma surface SRTM da Nasa utilizando Infraworks e aplicando Datashortcut, mapeamento online por Geolocation, determinação das características técnicas da vicinal e análise da base de dados do projeto para critérios DNIT, traçado do alinhamento horizontal com geometrias necessárias, cálculos automáticos para superelevação e superlargura incluindo extensão Vehicle Tracking, desenvolvimento do greide com premissas da classe da rodovia, seção transversal específica com codes para notas de serviço, cálculos incluindo diferença algébrica do acostamento, gráficos e targets. Modelo tridimensional da plataforma acabada da pista adequando os dados, alça de aceleração com tapper, relatórios padrão DER, DNIT, ARTESP. Cálculos de terraplenagem incluindo limpeza e materiais por seções. Diagrama de massas e novas documentações CKB 2016. 


Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:




Investimento:

Licença permanente

Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série)
_________________________________________________________________________________
Curso Rodovia (Vol.2):




Descrição:
O curso está bastante completo em relação à análise de normas DER/DNIT integrando os principais dados exigidos em um projeto rodoviário. Além disso temos diversos cálculos e tabelas aplicados e direcionados à pista de estudo.
Na parte de projeto a rodovia é desenvolvida respeitando sua classificação e velocidade de projeto, sua superelevação máxima, gabarito mínimo vertical, refúgios, largura da faixa de rolamento, largura do acostamento e do canteiro central, raio mínimo da curvatura horizontal, comprimento mínimo das espirais, rampa máxima em seu perfil e valor mínimo de K para curva vertical. 
Na parte de acabamento são vistos itens como eixos estaqueado, identificação dos eixos e início e fim de cada tapper e faixa de aceleração e desaceleração, linhas de offsets de corte e aterro incluindo o pente dos taludes, obras de arte especiais e arrimos, estacas dos pontos notáveis (PC,PT,TE, EC, CE, ET), e no perfil longitudinal são vistos as cotas do terreno existente e de projeto em cada estaca, rampa do greide, comprimento da curvas vertical, flecha e parâmetro K em folhas de documentação e seções transversais geradas de forma automática e com os ajustes dos elementos de Notas de serviço como plataforma acabada contendo a planta de locação.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:



Investimento:
Licença permanente:

Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série)
_____________________________________________________________________________________ 
Lagoa Facultativa (produto gratuito):



Descrição:
Desenvolvimento de terraplenagem sobre 3 lagoas facultativas resultando em uma superfície de projetos através de ferramentas como feature line e grading com base em uma surface do terreno natural para cálculo de equilíbrio automático de movimentação de terra e montagem de pranchas para apresentação final do trabalho como seções em planta e corte com curvas de nível modificadas e mapa de manchas de comparação.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, etc...) clique aqui...  

Para fazer o curso abaixo, baixe os exercícios aqui!

Vídeo-aula:



____________________________________________________________________________
Curso Topografia :



Descrição:
Aprendizado das principais ferramentas utilizadas para criação de um levantamento planialtimétrico passando por cálculos automáticos para ajuste de erros de levantamento através de equipamentos como estação total.
Além disso, será visto como importar outros diversos tipos de dados topográficos como escaneamento à laser através de nuvem de pontos, GPS, imagens de satélite SRTM (Shuttle Radar Topography Mission), entre outros.
Será visto sobre como trabalhar com a extração de dados finais de projeto para locação e para apresentação geral (seja por tabelas, informações junto aos pontos, informação dos vértices e área de polígonos fechados) bem como ganho de desempenho da máquina  para trabalhar com dados de surface, além classifica-las para melhor entendimento da topografia e ocupação do solo. As informações importantes como estaqueamento, perfis longitudinais e seções de forma rápida também são ensinadas.
Será ensinado também como melhorar a análise geoespacial com imagens BING e delimitar matrículas com base em informações de memoriais descritivos, conteúdo importante para apresentação de dados para pranchas de acabamento. Enfim, será abordado o máximo de recursos possíveis para um estudo planialtimétrico completo com o objetivo de satisfazer a expectativa dos profissionais da área de topografia.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, etc...) clique aqui...

Video Demo:



Investimento:

Licença permanente:

Para renovação entrar em contato pelo contato@prospecad.com.br

Suporte técnico apenas informando a licença do produto (número de série)
____________________________________________________________________________
Curso Maquete Eletrónica - Autodesk Infraworks 2014:



Descrição:
Exportação do terreno (LANDXML) do civil 3D, importação do terreno (LANDXML) para o infraworks, configurando sistema de coordenadas, aplicar material para o terreno, criar ruas através de diferentes blocos, ajustar elevações e áreas através dos vértices, criar áreas de cobertura, criar áreas de águas, importando plataforma externas (.OBJ - .3DS), aplicando humanização, otimizando a visualização do modelo (DATA, CÉU, HORÁRIO), renderização, criar vídeos.O Infraworks pode ser usado como BIM para estudos preliminares e propostas de modelos conceituais antes de entrar para o projeto executivo exportando projeto geométrico e superfícies de terraplenagem como pode receber a superfície final do Civil 3D e enriquecer o ambiente associando imagem geoespacial e outros dados para apresentação de um trabalho final.

Para saber mais informações (conteúdo programático, carga horária, envio e materiais, etc...) clique aqui...

Vídeo demo:



Investimento:
Licença permanente:

Suporte técnico:

Dúvidas das aulas pelo nosso email: contato@prospecad.com.br. O aluno deve possuir o número de série do produto Autodesk Infraworks e informá-lo na solicitação.
____________________________________________________________________________

Livros e DVDs AutoCAD 2D:





Livro AutoCAD 2D 2010 Básico
R$ 49,90





Livro AutoCAD 3D 2010 Básico
R$ 49,90





Livro AutoCAD 2D 2012 Básico
R$ 54,90






Livro AutoCAD 3D 2012 Avançado
R$ 54,90




Kit Livro+DVDs 2D Avançado
R$ 99,90




Kit Livros+DVDs AutoCAD 3D
R$ 149,90




DVD Parametrização
R$ 39,90




DVD Blocos Dinâmicos
R$ 39,90





Kit DVDs Param/Blocos Din
R$ 59,90




Kit DVDs AutoCAD 3D
R$ 79,90



  
Livros 2010 2D + 3D
R$ 89,90








Curso de loteamento - Patamarização de platôs

Boa tarde!
A postagem de hoje é sobre alguns passos para executar uma patamarização entre lotes e verificar o mapa de mancha entre corte e aterro que é um dos itens mostrados no curso de loteamento.
Para fazer um projeto como este, você deve criar uma surface de dois platôs, conforme a concepção de seu projeto. No meu caso, utilizei 2 metros de diferença entre as duas plataformas. Com isso, defini a surface como breakline dos 2 retângulos. Após esta etapa, extrai a borda desta surface e converti em feature line. Da feature line fiz o grading de 1:1 para corte e para aterro alcançando o solo (terreno natural). Veja o resultado abaixo em 3D.

Após isso, criei uma surface de volume entre a surface do primitivo e a surface do grading com a finalidade de se gerar um mapa de elevação com 2 intervalos (abaixo de zero para corte e acima de zero para aterro). Veja o resultado em planta.


Por fim, criei uma surface como paste unindo o terreno primitivo e o projeto para resultar em uma plataforma acabada.
Abraços e bom fim de semana!

Pesquisar este blog