Informações Vídeo-aula Rodovia Vol.1 - AutoCAD Civil 3D 2016

Conteúdo Programático:

Capítulo 1 – Criando e manipulando a topografia:

- XREF do planialtimétrico dentro da template DNIT 2016;
- Importação, recorte (shapefile) e conversão de sistemas de coordenadas de uma surface SRTM no Autodesk Infraworks por raster;
- Importação por .IMX;
- Geração da surface por pontos importados, surface SRTM e boundarie da faixa de domínio em relação ao eixo;
- Condição de comprimento máximo de triangulação;
- Geração de mapas de banco de dados online da região de projeto (Geolocation – BING);
Datashortcut da surface para etapa de projeto geométrico.

Capítulo 2 – Características técnicas do projeto:

- Geração temática do mapa de declividade;
- Determinação da classe de projeto ou nível de serviço, i% da rampa máxima e mínima, velocidade diretriz da pista e emax com base em tabelas do DER;

Capítulo 3 – Projetando a rodovia (vicinal)
Parte 1. Configuração de critérios

- Design Criteria Editor (Base de dados DNIT Civil 3D 2016):
- Compatibilizando a velocidade diretriz com raio mínimo;
- Compatibilizando raio mínimo com e max
- Compatibilizando comprimento das espirais com raio mínimo das curvas circulares;
- Compatibilizando valores K para curvas verticais.
- Entendendo a tabela de superelevação para determinada velocidade em relação aos intervalores de raios.
- Entendendo a fórmula usada para as fases de superelevação;
- Entendendo o cálculo de superlargura (direto do Design Criteria);

Parte 2. – Projeto geométrico (alinhamento horizontal)


- Adequando a tabela de raio mínimo e determinando a velocidade para a geometria horizontal em planta
- Criando Aligmnent from Objects do eixo do planialtimétrico;
- Definindo a geometria com curvas circulares composta e simples (com e sem espirais)
- Dividindo o trecho em diferentes velocidades;
- Inserindo sinalização (placas regulamentação e advertência);
- Adequando novos valores para geometrias horizontais circulares para o trecho com nova velocidade
- Calculo de superelevação para a vicinal com diferença algébrica no acostamento;
- Editando a superelevação para curva circular simples;
- Criação de offset alignment para superlargura (adaptando ao veículo do plugin Vehicle Traking);

Parte 3 – Desenvolvendo o greide

- Criando shortcut reference da surface primitivo;
- Alinhamento vertical com valores de K máx. e mín;
- Elaboração de parábola determinando o valor de K;
- Gerando vistas de superelevação.


Parte 4 – Seção tipo

- Entendendo o code set style da template para Notas de serviço DER-SP
- Criando o eixo da seção tipo gabarito (assembly);
- Criando subassemblies com pavimento, base, subbase  e reforço do subleito aceitando superelevação, acostamento (do Kit country Brazil 2016) aceitando superelevação com diferença algébrica, aplicando subassembly de taludes com banquetas (Kit country Brazil 2016)
- Criando market points para notas de serviço incluindo cota do coroamento;

Parte 5 - Corredor
Vicinal

- Geração dos corredores com superelevação e superlargura (target dos alinhamentos);
- Criação da surface (boundarie automática) dos corredores;
- Editando frequências e targets;
- Aplicação de taludes da template (slope pattern);
- Sample line teste para análise da superelevação no corredor;

Faixa de aceleração

- Cálculo de Taper, comprimento mínimo e raio mínimo em função da velocidade do trecho Excel e Offset Alignment;
- Profile Superimposed do alinhamento principal para o de saída do trecho;
- Create Feature Line from Corridor para utilizar em target profile
- Novas assemblies e regiões do corredor

Capítulo 4 – Volumes e notas de serviço:

- Criação da surface de limpeza
- Configuração para cálculos de volume e terraplenagem por sample lines;
- Criando seções como Notas de serviço (NS – DER/SP) como referência externa (novo arquivo);
- Recursos adicionais: Gerar PDF de Notas de Serviço DER-SP

Capítulo 5 – Relatórios

- Comparação;
- Diagrama de massas ou Bruckner;
- Etiquetas (labels) com numerações para alinhamentos horizontais.
- Tabela de geometria (.dwg)
- Tabela de volumes e materiais (.dwg)
- Tabela de volumes, massas e materiais (Volume Report – CKB 2016)
- Tabela Horizontal DER-SP
- Relatório Horizontal DER-SP
- Relatório Vertical DER-SP
- Modelo superelevação (Notas de Serviço)

Capítulo 5 – Acabamento:

- Folhas de documentação em planta, perfil longitudinal e greide – padrão DER;
- Trabalhando com a Data-bands e caixões.
- Sincronizando dados do projeto para atualização do acabamento;
- Inserção de malha de coordenadas;

Materiais que acompanham: 

- Arquivos de cada exercício mostrados nas aulas e template versão 2016 com materiais com valores DER/DNIT e planilhas;
- Plataforma EAD YouTube;

Carga horária:

6 horas que equivale à 12 horas de aula.

Público Alvo:

Profissionais que estão no mercado de Engenharia Civil e Infraestrutura e querem migrar para o Software BIM Autodesk Civil 3D;
Estudantes da faculdade de Engenharia Civil, Agrimensura, Técnico de Edificações e similares;
Engenheiros do setor de construção Civil em geral.
Projetistas de rodovias de órgãos governamentais como DNIT e DER e concessões. Engenheiros como grande experiência de mercado rodoviário que querem migrar para o software. 
Desenhistas da área.

Objetivo do curso:

Aprender como desenvolver um projeto de vicinal e alças de aceleração incluindo estudo de terraplenagem, geométrico e pranchas de acabamento com cálculos obrigatórios e notas de serviços.

Nível do curso:

Avançado.

Pré-requisito:

Conhecimentos básicos em AutoCAD Civil 3D, de preferência que esteja em um nível intermediário para melhor aproveitamento.

Suporte técnico:

Dúvidas das aulas pelo nosso email: contato@prospecad.com.br. O aluno deve possuir o número de série do produto Autodesk Civil 3D e informá-lo na solicitação.


Comentários